Servidores recebem treinamento sobre regras de biossegurança para retorno das aulas na rede municipal

professores.jpg

Os servidores da Rede Municipal de Educação (REME) estão sendo capacitados sobre as regras de biossegurança para garantir um retorno seguro das aulas presenciais. O treinamento é realizado por auditores fiscais da Vigilância Sanitária, em parceria com profissionais da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Estão programadas 40 capacitações presenciais durante duas semanas, atingindo aproximadamente 4.388 trabalhadores da educação, entre assistentes de educação infantil, merendeiras, auxiliares de limpeza, administrativos, secretários e monitores.

A expectativa é contemplar mais 7 mil professores, além de diretores, adjuntos e coordenadores, abrangendo ao todo 12 mil servidores, através do treinamento online.

Nestas capacitações, estão sendo passadas orientações sobre a importância da adoção medidas não farmacológicas de prevenção da Covid-19, como uso de máscaras, higienização adequada das mãos, distanciamento necessário, entre outros cuidados para evitar a propagação do vírus e protocolos vigentes.

Retorno das aulas

A previsão é de que as aulas presenciais para os alunos da REME sejam retomadas no dia 26 de julho, com escalonamento no horário de entrada e ocupação de 30% a 50% das salas nas escolas, de acordo com a metragem do espaço para manter o distanciamento físico necessário para evitar a disseminação da covid-19.

No retorno escalonado, os estudantes podem ser divididos em duas ou três turmas, que farão revezamento semanal. Dessa maneira, permanecerão por uma semana em aulas presenciais e, nas semanas seguintes, em aulas remotas. A mesma proposta será válida para os estudantes da educação infantil, portanto as escolas municipais de educação infantil/EMEIS também vão receber os alunos por período (matutino e vespertino), com porcentagem diferenciada de ocupação das salas, mantendo o revezamento semanal.

Os horários das entradas, tanto no matutino quanto no vespertino, serão adaptados para evitar aglomerações. Caso a unidade escolar ofereça a educação infantil, o horário de entrada, até o grupo 5 (alunos com 5 anos), deverá ser às 7h e às 13h, o ensino fundamental I (alunos do 1° ao 5° ano) deverá ser às 7h15min e às 13h15min, e o ensino fundamental II (do 6° ao 9° ano) será às 7h30min e às 13h30min. Quanto às saídas, serão antecipadas para às 10h, para os alunos do matutino, e às 16h, para os do vespertino.

Os alunos que apresentarem sintomas, tais qual dor de garganta, febre acima de 37,5°C, perda de paladar ou olfato, não deverão ser enviados à escola, quando o retorno presencial for colocado em prática. Além disso, os alunos da Reme receberão informações a respeito das medidas de biossegurança e conceito de pandemia, sintomas e maneiras de transmissão da covid-19, de acordo com a faixa etária, por meio de vídeos ilustrativos, cartazes e materiais digitais.

Para evitar a disseminação da doença no retorno presencial, será realizada a aferição de temperatura de todas as pessoas que comparecerem às unidades escolares, haverá a distribuição de duas máscaras para todos os alunos e profissionais da educação, disponibilização de dispensers de álcool em gel 70%, sabonete líquido e papel toalha, para a higienização das mãos, e o constante cuidado para o cumprimento do distanciamento físico.

Fonte: PMCG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top