Farc entregam armas às Nações Unidas

FARC-mundo.jpg

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, declarou o conflito com as Farc “verdadeiramente encerrado” nesta terça (15), quando observadores da ONU (Organização das Nações Unidas) recolheram o último contêiner de armas entregues pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Medida é um dos pontos do acordo de paz assinado entre a guerrilha e o governo, após quatro anos de negociações

Vinte e seis pontos de desmobilização foram instalados em diversas regiões do país para receber as mais de 8 mil armas utilizadas pela guerrilha. A rendição do armamento é um dos principais pontos do acordo de paz assinado entre as Farc e o governo após quatro anos de negociações.

A primeira versão do acordo foi rejeitada com apertada margem em um plebiscito em outubro passado, surpreendendo o governo e a comunidade internacional. Na mesma semana, Santos recebeu o prêmio Nobel da Paz por sua atuação nas negociações.

O acordo estabeleceu um cronograma de três fases para a entrega das armas, que foi concluído no fim de junho. Desde então, elas estavam armazenadas em contêineres aguardando a retirada por observadores da ONU.

Nos últimos 53 anos, o conflito entre guerrilheiros, paramilitares e forças de segurança na Colômbia deixou mais de 218 mil mortos e 6,4 milhões de deslocados.

Parte das armas será derretida e utilizada na confecção de estátuas em comemoração

Gazeta do Povo PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top