Cerca de 490 mil estudantes fazem hoje o Enade

enem_rj_.jpg

Entrada dos candidatos para o segundo dia de prova do primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital, na Pontifícia Universidade Católica-PUC, no Rio de Janeiro.

Portões dos locais de prova fecham às 13h30

Cerca de 490 mil estudantes fazem hoje as provas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2021. Para realizar o exame, é obrigatório o uso de máscara de proteção facial para prevenir a covid-19. Os portões dos locais de prova abrem às 12h e fecham às 13h30, no horário de Brasília. As provas começam a ser aplicadas às 13h30.

Entrada dos candidatos para o segundo dia de prova 

Realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enade 2021 será composto por uma prova com 40 perguntas. O conteúdo é dividido entre dez questões de formação geral, com temas comuns a todos os cursos, e 30 questões de componente específico, com perguntas próprias de cada área. No total, são cinco questões discursivas e 35 de múltipla escolha. Os estudantes terão 4 horas para realizar a prova.

O exame é usado como instrumento de avaliação do ensino superior brasileiro. A cada ano, um grupo diferente de cursos é avaliado. Por conta da pandemia, o Enade 2020 foi adiado. Os cursos que seriam avaliados no ano passado, serão avaliados, então, este ano.

Áreas avaliadas

Em 2021, serão avaliados os estudantes, ingressantes e concluintes dos cursos de bacharelado pertencentes às áreas de ciência da computação, ciências biológicas, ciências sociais, design e educação. Entre as licenciaturas, os alvos serão os cursos de artes visuais, ciência da computação, ciências biológicas, ciências sociais, educação física, filosofia, física, geografia, história, letras – português, letras – inglês, matemática, música, pedagogia e química.

Também estão incluídos os estudantes de cursos superiores de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, tecnologia em gestão da tecnologia da informação e tecnologia em redes de computadores.

A inscrição no exame é obrigatória para estudantes ingressantes e concluintes habilitados de cursos de bacharelado, superiores de tecnologia e licenciaturas vinculados às áreas de avaliação da edição. A situação de regularidade do estudante é registrada em seu histórico escolar pela instituição de educação superior à qual está vinculado.

Covid-19

Por conta da pandemia, o uso de máscara é obrigatório no local de prova. Os participantes que apresentarem sintomas de covid-19 no dia do exame não poderão comparecer ao local de aplicação para realizar o Enade e precisam solicitar dispensa de prova, no período de 16 de dezembro a 21 de janeiro de 2022, por meio do Sistema Enade, mediante apresentação de documentação comprobatória. O mesmo deve ser feito em caso de diagnóstico de alguma das outras doenças infectocontagiosas listadas no edital do exame.

Segundo o Inep, no pedido, devem constar o nome completo do estudante; diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e/ou o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10); e assinatura e identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

A documentação será analisada pelo Inep. A aprovação da documentação garante a dispensa da prova e a regularidade no exame, mas somente se o participante do Enade tiver finalizado o preenchimento do Questionário do Estudante no período previsto em edital, cujo prazo se encerrou ontem (13).

**********

Fonte : Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil  – Rio de Janeiro

Com Intercâmbio via guiadefatos.com.br

Edição: Lílian Beraldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top